Esta faixa de frequência, que era utilizada pelos canais de TV, agora permite a transmissão de banda larga móvel, com maior velocidade, chegando a uma transmissão até três vezes maior do que a atual.

O uso da faixa dos 700 MHz, em todas as capitais do país, pelas prestadoras Vivo, TIM e Claro, já foi autorizado pela Anatel, inclusive em Florianópolis (SC), que foi última capital a ter a faixa desocupada. Esta faixa de frequência, que era utilizada pelos canais de TV, agora permite a transmissão de banda larga móvel, com maior velocidade, chegando a uma transmissão até três vezes maior do que a atual.

A faixa de frequência era utilizada pelas empresas de radiodifusão para a transmissão do sinal analógico de TV, que está sendo desligado em todo país. Até o fim do ano, todas as capitais do país deverão contar somente com sinal digital de TV, que tem melhor qualidade de som e imagem.

O Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (GIRED) já autorizou até agora o início da mitigação preventiva em 3.858 cidades, sendo que, dessas, 1.854 já finalizaram o processo e, portanto, já estão aptas a utilizar o licenciamento, o que beneficia mais de 60% da população brasileira.

Durante a campanha de mitigação preventiva a população é informada sobre como agir em caso de interferência do sinal da banda larga móvel na TV aberta digital. O período de mitigação dura em média 30 dias. Após o término deste processo, a Anatel autoriza que a banda larga móvel passe a funcionar na faixa de 700 MHz.

Com a antecipação de quase um ano na autorização do uso da frequência de 700 MHz (4G) em vários municípios do país, a expectativa é de que muitas estações sejam licenciadas.

FONTE: IPNEWS